Header

Em jogo com briga de torcidas, Comercial e XV não saem do zero

Foto: Gustavo Sousa

POR MAURO ADAMOLI –ORIGINAIS DA BOLA– (REDAÇÃO PIRAMUNDO)

O XV de Piracicaba empatou com o Comercial em 0 a 0 na manhã do último domingo (13), no Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto, pela 4ª rodada da 3ª fase da Copa Paulista 2019. Com o resultado, o Nhô Quim empatou na liderança com o EC São Bernardo (que venceu o Linense por 3 a 2), com oito pontos cada, porém, o Alvinegro Piracicabano leva vantagem no saldo de gols (5 a 4). O Comercial está logo atrás, com cinco pontos, enquanto que o Linense (zero pontos) já está eliminado.
O começo da partida foi marcado pelo estudo das equipes, além do forte calor na cidade de Ribeirão Preto. Após 10 minutos de bola rolando, o jogo foi paralisado em razão da confusão criada pelas torcidas, já que a organizada do Bafo tentou derrubar os portões que separavam as torcidas, para brigar com os organizados quinzistas, que chegaram naquele momento no estádio. Após uma ação inicial da segurança (que contou com poucos policiais), os ânimos se acalmaram um pouco e a partida foi reiniciada após cinco minutos.
Após o recomeço, a partida foi novamente paralisada em razão de uma dividida entre Elias Ceará e Braian, na qual o quinzista deixou o braço no atleta comercialino. Aos 22 minutos, Luiz Fernando lançou para Peri, que tocou para Kadu Barone. O atacante aproveitou a saída errada do goleiro e jogou no meio da área, o zagueiro do Bafo furou e Misael, sem goleiro, cabeceou sozinho na pequena área e a bola bateu no travessão, desperdiçando uma ótima chance de abrir o placar.
Após a grande chance do XV, o Comercial cresceu no jogo e ficou com mais posse de bola, mas sempre pecava no último passe, além do ótimo desempenho da defesa quinzista, protegendo bem a meta defendida por Luiz Fernando. A primeira grande chance do Comercial veio com Gut, aos 38 minutos, que aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou com perigo, entretanto a bola saiu por cima do gol do Nhô Quim.
No segundo tempo, o jogo continuou equilibrado, com o Comercial tomando a iniciativa, porém esbarrando na defesa do XV. Na melhor chance, aos 16 minutos, após escanteio de Bruno Sabiá, o goleiro Luiz Fernando saiu errado do gol, contudo ninguém do Bafo conseguiu acertar a bola. Aos 20 minutos, Gut pegou sobra no escanteio, porém a bola foi desviada e saiu pela linha de fundo.
A equipe do Bafo voltou a assustar aos 34 minutos, mas Luiz Fernando agarrou firme. Na sequência, a equipe mandante fez jogada pela direita da área e cruzou rasteiro, contudo, o goleiro quinzista defendeu sem problemas. Aos 36 minutos, o Comercial quase marcou um gol olímpico, porém Luiz Fernando acertou o tempo de bola e evitou o tento comercialino.
A melhor chance do segundo tempo do Comercial veio aos 40 minutos. Após jogada no lado esquerdo e cruzamento na área, o centroavante do Bafo cabeceou de primeira e mandou no travessão de Luiz Fernando. O Nhô Quim respondeu com Danilo Bueno, aos 46 minutos, após cobrança de falta. A bola foi por fora da barreira e o goleiro Iago defendeu, mandando para escanteio. No minuto seguinte, Mateus Oliveira não aproveitou a cobrança de falta e mandou pra fora.
Aos 48 minutos, o XV perdeu sua grande chance na partida. Cássio Gabriel lançou Erick Salles, que avançou sem marcação e na frente do goleiro, tentou tocar para Mateus Oliveira, que estava ao lado, porém o zagueiro tirou e a bola bateu no travessão. O Comercial respondeu no minuto seguinte com Braian, que cabeceou sem marcação, e a bola saiu pela linha de fundo, e a partida terminou sem bola na redes.

RÁDIO PIRAMUNDO COM OS ORIGINAIS DA BOLA.
AQUI, O FUTEBOL VAI ALÉM DAS QUATRO LINHAS!

0

ASSINE PARA RECEBER NOVAS PUBLICAÇÕES

1