Header

XV e INTER VOLTAM A SE ENFRENTAR NO BARÃO APÓS SEMIFINAL

Por Rádio Piramundo: Coletiva de Tarcísio Pugliese em 25-7-19

POR MAURO ADAMOLI –ORIGINAIS DA BOLA– (REDAÇÃO PIRAMUNDO)

O XV de Piracicaba enfrenta a Inter de Limeira nesta sexta-feira (26), às 20h, no Estádio Barão da Serra Negra, pela sexta rodada da primeira fase da Copa Paulista 2019. O Nhô Quim, invicto na competição, é o líder do grupo 2, com 11 pontos, enquanto que os limeirenses, que perderam a invencibilidade na semana passada, estão na terceira posição, com oito pontos. Esse será o quinto confronto entre as equipes na temporada. Em relação aos números, a vantagem é do XV, com uma vitória e três empates, porém os confrontos mais importantes terminaram empatados, com a Inter avançando nos pênaltis, subindo para a Série A1 e eliminando o Nhô Quim do Paulistão.

O técnico Tarcísio Pugliese, técnico do Nhô Quim em todos esses confrontos, foi abordado por esse reencontro logo em sua primeira pergunta na coletiva pré-jogo.

“Será um jogo difícil, já que a Inter vem bem, fazendo um bom campeonato e, com certeza, será um jogo bastante complicado para gente, mas tentaremos vencer. Fizemos ótimos jogos contra eles neste ano, vencemos pouco, porém em compensação, não perdemos. Pelo nosso futebol apresentando, merecíamos ter vencidos mais confrontos contra eles, então está na hora de jogarmos bem e vencer”, analisou Tarcísio.

“Estamos aproveitando essa primeira fase para fazer algumas alterações para poder sentir o que podemos ter para a segunda fase, que é onde o campeonato começa a ficar mais forte e competitivo. O Bruno tem bastante potencial na marcação, tem um passe com qualidade. Obviamente que com a saída do Cássio (Gabriel), nós perdemos em relação a qualidade técnica, mas ganhamos em potencial de marcação”, detalhou o treinador, ressaltando que essa posição não será novidade para o atleta. “O Danilo terá um pouco mais de liberdade, jogando um pouco mais a frente. Ele (Danilo) vem sendo questionado em alguns momentos por jogar um pouco mais atrás, mesmo já tendo feito essa função, já que ele atuou como volante, então não tem nada de diferente do que ele esteja habituado a fazer”, disse.

Em relação a parte psicológica, já que além de ter sido eliminado pela Inter e de ter tido dois jogadores expulsos na última partida, Tarcísio disse que sua preocupação se dá exclusivamente com seus jogadores, minimizando o que pode ocorrer do outro lado. “Temos que nos concentrar naquilo que possamos fazer. É um jogo difícil e tem uma rivalidade histórica também em razão da posição geográfica das equipes e está aumentando cada vez mais, principalmente em razão do jogo do acesso para a A1. Nesses jogos fomos efetivamente melhores que a Inter, mas eles conseguiram o resultado e tiveram méritos por isso. Não tem como jogar contra a Inter se relembrar deste jogo. Nós sabemos e temos conversado sobre isso, mas amanhã (hoje) faremos de tudo para vencê-los”, comentou.

Por fim, Tarcísio também falou sobre a situação do atacante Erick Salles, ex-Votuporanguense, contratado recentemente pelo XV. “O Erick (Salles) está parado desde o fim do Campeonato Paulista. Ele estava treinando por conta própria, porém é diferente do que treinar em um elenco. Então ainda terá alguns dias para ele começar a treinar junto com os demais jogadores. Acredito que entre 15 e 20 dias talvez ele já possa participar de alguma forma dos jogos”, conclui.

Tarcísio também destacou o bom momento vivido pelo XV. “Nosso momento é muito bom, estamos há nove jogos sem perder e é uma marca importante para nós. Em todos os jogos nesta Copa Paulista nós jogamos melhor do que o nosso adversário e isso é bastante importante, mesmo tendo alterações importantes no nosso elenco em comparação ao do Campeonato Paulista. É importante vencer por jogarmos dentro de casa e claro que também queremos nos manter na liderança, porém nosso objetivo principal é de sermos campeões. O fato de ficar em primeiro é de evitar de enfrentar algumas equipes mais fortes na próxima fase, como São Caetano, que está fazendo um investimento absurdo na Copa Paulista, Ferroviária, que também tem investimento alto. O XV tem um elenco forte e está a altura desses adversário, porém se conseguirmos ficar em primeiro e evitar esses confrontos já na próxima fase, será melhor para a gente”, destacou.

XV e Inter fazem o seu quinto jogo no ano. Os três primeiros foram pela Série A2, com uma vitória do Nhô Quim por 3 a 2 na primeira fase, em Limeira, e dois empates na semifinal (0 a 0 em Limeira e 2 a 2 em Piracicaba), com classificação dos limeirenses nos pênaltis. Pela Copa Paulista, empate em 1 a 1 em Limeira. A última vitória do XV em casa sobre a Inter foi na Copa Paulista 2018, quando venceu por 2 a 0, gols de Romarinho e Cássio Gabriel.

RÁDIO PIRAMUNDO COM OS ORIGINAIS DA BOLA.
AQUI, O FUTEBOL VAI ALÉM DAS QUATRO LINHAS!

0

ASSINE PARA RECEBER NOVAS PUBLICAÇÕES

1