Header

XV enfrenta o Linense em Lins para garantir sua classificação às semifinais

Crédito: Evandro Pelligrinotti

POR MAURO ADAMOLI –ORIGINAIS DA BOLA– (REDAÇÃO PIRAMUNDO)

O XV de Piracicaba enfrenta o Linense nesta quarta-feira (16), às 15h30, no Estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins, pela 5ª rodada da 3ª fase da Copa Paulista 2019. O Nhô Quim é o líder do Grupo 9, com oito pontos, empatado com o EC São Bernardo (oito), mas está a frente em razão do saldo de gols (cinco a quatro). O Alvinegro precisa pontuar mais que o Comercial (cinco) para se classificar às semifinais. O Linense está zerado e matematicamente eliminado da competição. O outro jogo do Grupo, entre EC São Bernardo e Comercial começa meia hora mais cedo, em São Bernardo do Campo.
O Alvinegro chega a Lins sem levar gols há 380 minutos, já que não teve sua meta vazada nos quatro últimos jogos, além dos 20 minutos finais diante do Linense. “É um momento importante e especial. É uma marca bacana para o goleiro, porém o mais importante é ter essa marca na fase final do campeonato”, disse o goleiro, ressaltando que todo o elenco é responsável pela marca. “Esse trabalho é de todo o time, principalmente da defesa, que tem trabalhado muito bem e reduzindo o número de oportunidades dos adversários. Estamos jogando muito bem lá atrás e esse trabalho tem dado sustentação à equipe”, disse.
A equipe de Lins perdeu seus quatro jogos e já está eliminado na 3ª fase, porém mesmo com a equipe sem chances de avançar, Luiz Fernando não espera um jogo fácil. “Quando você pega um time sem responsabilidade, eles jogam mais leves e as vezes até de forma mais ofensiva, já que não tem mais nada a perder, assim como o Nacional na fase anterior. Temos que estar atentos, já que sabemos que temos condições de buscar a vitória, demonstramos isso na primeira partida diante deles e não podemos mudar a nossa forma de jogar. Temos que atuar igual dentro e fora de casa, independentemente do adversário”, explicou.
O XV não leva gols há quatro partidas, sendo que na última vez que isso aconteceu foi na Copa Paulista de 2010, quando não teve sua meta vazada diante de Ituano (1 a 0), União Barbarense (2 a 0), Rio Branco (3 a 0) e Red Bull (1 a 0). Juntando os minutos do empate com o União São João (1 a 1) e derrota para o Paulista (4 a 1), na abertura e encerramento da sequência, o Nhô Quim ficou 417 minutos sem levar gol. A última vez que o Nhô Quim ficou mais de quatro partidas sem levar gol foi na Série A3, 2007, quando completou seis partidas diante do União Barbarense (2 a 0), São Bernardo FC (2 a 0), Mauaense (0 a 0), Francana (3 a 0), Araçatuba (6 a 0) e União Mogi (0 a 0).
Se não levar gol nos primeiros 20 minutos de partida, Luiz Fernando completará 400 minutos sem ter suas redes vazadas e o arqueiro falou sobre a outra grande sequência que teve em sua carreira. “Quando me atentei por esse tempo, me lembrei que, em 2009, quando estive na Red Bull Brasil, não me lembro exatamente, mas acho que foram quase 900 minutos sem sofrer gols (oito partidas). Tenho um jornal em casa sobre esse feito, dizendo que era um dos recordes do Campeonato Paulista. Lembro que o Zetti (campeão mundial com a Seleção e com o São Paulo) era o primeiro e, se não me engano, estava em 4º. No momento, estou no meio deste caminho (risos), mas esse não é o principal objetivo, já que a prioridade é vencer e sofrer o mínimo de gols possíveis, mas se puder quebrar essa marca, seria sensacional para mim”, finalizou.

RÁDIO PIRAMUNDO COM OS ORIGINAIS DA BOLA.
AQUI, O FUTEBOL VAI ALÉM DAS QUATRO LINHAS!

0

ASSINE PARA RECEBER NOVAS PUBLICAÇÕES

1